Incompatibilidades

O Sr. Elias, dono do Super-Mercado Coma Agora Pague Depois, farto de mandar cartas de cobrança aos caloteiros da secção de padaria, sem sucesso, mandou o Zé Padeiro vender essas dívidas ao Zé Cobranças.maria luis albuquerque

Reunidos no sótão deste último, o Cobranças começou a negociação assim: Oh Zé, se me tirares da lista dos calotes que vou comprar as dívidas verdadeiramente incobráveis, compro uns pneus novos para o teu carro.

– OK, disse o Zé Padeiro, e retirou da lista as dívidas da D. Felismina e da D. Gertrudes, após o que, feitas as contas, as dívidas somaram 1000€, ao que o Zé Cobranças propôs: Pago já 300€ e fico para mim com o produto das cobranças que conseguir efetuar.

Quando chegou à loja, O Zé Padeiro mostrou a proposta ao patrão e disse: É um bom negócio, patrão, mas tive que retirar as dívidas da D. Gertrudes e da D. Felismina.

Ok, respondeu o patrão, mais valem 300€ na mão que 1000€ a voar.

Um mês depois o Zé Padeiro foi despedido!

É que o Zé dos Pneus confidenciou ao Sr. Elias que o Zé Cobranças tinha comprado uns pneus novos para o carro do Zé Padeiro…

 

Anúncios

2 comentários a “Incompatibilidades”

    1. Mas qual trabalhar?! Neste caso a mulher defendeu os interesses de um cliente do estado vendendo ao desbarato o que pertencia ao erário público, em troca de apropriação de ordenados futuros, isto é, em troca de dinheiro (70.000€/ano x 5 anos = 350.000€). Em termos judiciais isto configura o crime de “participação económica em negócio”. É crime, e dá prisão!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s