BREXIT, dentro de momentos…

A seguir vai começar a trajetória política no sentido de recuperar a liderança do Mundo Anglosaxónico.

Como se essa liderança não estivesse já hoje ocupada pelos Estados Unidos da América do Norte.

Os defensores do Brexit terão amargos de boca quando constatarem que, em vez de recuperarem a liderança do Império, iniciaram, isso sim, uma trajectória para se transformarem em criados dos EUA…

2 opiniões sobre “BREXIT, dentro de momentos…”

  1. Manel, O brexit foi arquitectado por uma elite aristocrática inglesa, gente que se doutorou em Oxford e Cambridge, portanto, não são ignorantes, Eles sabem perfeitamente que não podem competir com os Americanos na maioria dos aspectos económicos, mas têm a ambição de se tornarem indispensáveis nos aspectos estratégicos que defendem para o futuro e a UE estava a tornar-se há muito tempo uma corrente apertada à volta do pescoço do Povo inglês. Conhecendo os ingleses como os conheço, percebo que tenham querido abandonar o barco para criarem o seu próprio futuro. Creio que se a UE não fosse uma entidade dominada pelos interesses germânicos, eles nunca sairiam porque teriam hipo’teses de dominarem, eles próprios. Agora pergunto-te a ti, preferias ser dominado pelos ingleses ou preferes os germânicos? Os ingleses já conhecemos há séculos, os alemães estamos a conhecê-los melhor desde a intervenção da Troika….

    toufeito escreveu no dia sexta, 31/01/2020 à(s) 20:36:

    > Manuel Vicente Galvão posted: ” A seguir vai começar a trajetória política > no sentido de recuperar a liderança do mundo anglosaxónicos. Como se essa > liderança não estivesse já hoje ocupada pelos Estados Unidos da América do > Norte. Os defensores do Brexit terão amargos de boca qu” >

    Gostar

  2. A Primeira Grande Guerra do Século XX começou precisamente num contexto semelhante ao atual; confronto entre duas grandes potências industriais, cada uma lutando pela hegemonia. Inglaterra e Alemanha. Ou melhor, o Mundo Anglo Saxónico contra a Alemanha.
    Hoje, a única diferença reside na facto de já não ser o UK quem lidera o mundo Anglo Saxónico. Hoje quem o lidera são os EUA.
    Por isso a luta pela liderança opõe a Alemanha aos EUA, com a China a espreitar… No meio destes dois contendores está o UK, que servirá de criado e de carne para canhão dos americanos e for necessário.
    É muito mais complexo…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.