Arquivo da categoria: Sem categoria

BREXIT, dentro de momentos…

A seguir vai começar a trajetória política no sentido de recuperar a liderança do Mundo Anglosaxónico.

Como se essa liderança não estivesse já hoje ocupada pelos Estados Unidos da América do Norte.

Os defensores do Brexit terão amargos de boca quando constatarem que, em vez de recuperarem a liderança do Império, iniciaram, isso sim, uma trajectória para se transformarem em criados dos EUA…

CORONA REGRESSO

Imaginem os meus compatriotas que o surto de coronavirus tinha ocorrido em Portugal.

Imaginem agora os tecnicos estrangeiros a trabalhar na Autoeuropa, na fábrica de mobílias IKEA, nas fábricas de acessórios de automóveis para exportação, nas grandes empresas agrícolas ou agroalimentares, eram repatriados para seus países por julgarem que lá estariam mais protegidos.

Agora imaginem o trambolhão que a economia portuguesa daria se parte desses tecnicos não regressassem rapidamente a Portugal.

Destituição de Trump

Vi em direto, na CNN,  uma cessão da comissão de inquérito à destituição de Donald Trump, e não consegui fechar a boca enquanto assisti aquela forma de tentar fazer justiça.

Gordon Sondland embaixador EUA na europa

Fazer justiça popular, mostrando ao povo americano (e pelos vistos ao povo de todo o mundo) o que dizem as pessoas chamadas depor por um presidente da comissão de inquérito e não por um juiz de direito encarregue de julgar este caso.

É o desvirtuar total de um dos pilares fundamentais da democracia anglo-saxónica, a justiça ministrada por profissionais independentes, na presunção de inocência do acusado…

Admiramo-nos nós que o conteúdo dos processos em segredo de justiça em Portugal vá parar aos tablóides, que por sua vez são citados por órgãos de informação mais sérios.

Devemos estar perante a americanização da justiça portuguesa. Desgraciadamente!

Gordon Sondland, embaixador dos EUA na Europa (na figura), um colega de partido e alegadamente amigo de Trump, deixou bem claro que, tudo o que se passa na Administração Trump (e não só, presumo eu) tem a ver com negócios.

Do tipo, se tu Presidente dos EUA, me nomeares para embaixador deste país, eu farei os possíveis para que tuas empresas atinjam este ou aquele objetivo nesse país. Da mesma forma um embaixador dos EUA na Ucrânia “diz” ao presidente ucraniano: “Se me nomeares presidente da maior empresa de gás natural ucraniana, eu consigo desbloquear os donativos dos EUA, financeiros e militares, ao teu país”. Centenas de milhões de dólares!

À descarada!

O vocábulo “quid pro quo” foi usado dezenas de vezes! Deve ser mesmo isso que está em causa…

Bia da Floresta tp1 ep7 – O Looping

Sobre o telemóvel falamos depois… a tua aventura atrasou tudo o que há para fazer na quinta.

Buzz lembrou-se que também ele estava atrasado. Despediu-se de todos e carregou no acelerador. Vrrruuuum, levantou voo para o céu fazendo um looping, que é uma espécie de cambalhota que os aviões fazem no ar para se despedirem das pessoas que estão cá em baixo. Todos lhe disseram adeus.

bia tp1 ep7
Ó QuimZé, trata tu das gémeas que eu vou dar de comer às galinhas, Disse Mariluz. E tu, Bia podes ir andar de bicicleta, mas não te afastes muito.

QuimZé é o pai da Bia. As pessoas mais chegadas chamam-lhe assim porque o seu nome é Joaquim José Raposo. De resto, todos eles são Raposo; o pai, a mãe, Bia e o irmão dela, o JP, que todos tratam por JP pois o seu nome é João Pedro Raposo.
QuimZé foi buscar as gémeas e trouxe também a ovelha mãe. Estavam as duas deitadas na mesma cama, porque dormiam sempre juntas, mas hoje uma delas precisava de ser observada pela veterinária.
A Dra. Alice Santos, assim se chamava a médica de animais, aproximou-se e exclamou: mas estas ovelhinhas são as duas iguais!
Qual delas é que está doente?

A ovelha mãe, que se chamava Xoné, sorriu ah ah! Vê-se bem que a doutora nunca teve filhos gémeos! É que a mãe e o pai de filhos gémeos conseguem distingui-los na perfeição. A minha filha que está doente é a da direita. Desculpe lá não as indicar pelos nomes, é que elas ainda não foram batizadas.

JP tinha ido à vila de burro, comprar ração para galinhas e ovelhas. Ia a chegar a casa quando viu o looping, ficou de boca aberta! Ah! E a seguir viu a médica a auscultar a ovelhinha. Espantado perguntou: Mas então, o que é que se passa aqui?

O pai explicou-lhe que não era nada demais e que lhe contava os pormenores quando estivessem a jantar.

 

 

BIA DA FLORESTA TP1 EP6 – REGRESSO A CASA

Voaram sobre as árvores durante cinco minutos até chegarem à quinta. Buzz teve tempo de avisar pelo telemóvel que estavam quase a chegar.

Quando chegaram foi uma festa. O pai e a mãe abraçaram Bia muito apertado e deram-lhe muitos beijinhos, contentes de não lhe ter acontecido nada de mal.

bia tp1 ep6 Regresso a Casa

A senhora veterinária, que tinha sido chamada à quinta para observar uma ovelhinha doente, ofereceu-se para tirar uma fotografia de conjunto.

Buzz, o bombeiro voador, dava pulos de contente, feliz por ter conseguido transportar dois passageiros no seu mini-avião.

Porém, depois de tudo se acalmar, Mariluz disse à filha: Já pensaste bem no que aconteceu? Fica sabendo que é muito perigoso ires a sítios que não conheces sem ires acompanhada por uma pessoa adulta. A floresta tem muitos perigos. Lembra-te do que aconteceu à menina Capuchinho Vermelho, que quase foi comida pelo lobo.

Ó mãe, foi sem querer! Eu só queria apanhar o Huguinho. Estávamos a brincar, foi sem querer que nos perdemos! Respondeu Bia.

Eu sei, disse a mãe, mas promete-me que vais ter mais cuidado no futuro.

Ó mãe, e se me desses um telemóvel como o do mano? Eu podia ter telefonado…

 

EUA – ARMAS

EUA ARMAS

40.000 mortos todos os anos, baleados por armas de fogo. Parece tratar-se de um estado de guerra.

É o que acontece nos Estados Unidos da América do Norte.

109 mortes por dia, 12 mortes/dia por cada 100.000 habitantes. Em Portugal, se houvesse uma realidade semelhante, teríamos 1.200 mortos com armas de fogo todos os anos.

Falando de feridos pelo mesmo motivo, podemos estimar um fator multiplicativo de 60, isto é, por cada morto há 60 que ficaram simplesmente feridos e que, portanto não entram para a estatística dos mortos.

Podemos portanto dizer que as armas de fogo fazem cerca de 6540 feridos todos os dias, nos EUA.

 

 

O PODER ESTÁ NA PONTA DAS ARMAS.

autocarro em chamasNo México a polícia prendeu o filho de um mafioso da droga. Logo a seguir o bando de El Chapo (pai do preso), incendiou carros e autocarros, saqueou lojas, atacou pessoas e polícias à bala, em atos de grande violência que “obrigaram” o Presidente da República do México a ordenar a libertação do mafioso, com a justificação “para não haver mais mortes de inocentes”.

O polícia que efetuou a prisão, foi baleado por desconhecidos (!) com 155 balas!

Ver mais aqui…

MENINO NO LIXO

contentor de lixoNão quereis julgar para que não sejais julgados – Mateus 7,1.
Quer isto dizer que qualquer pessoa é capaz de praticar os atos mais hediondos ou mais heróicos, dependendo das condições objectivas e subjetivas a que esteja sujeito no momento em que os praticou (demência, álcool, drogas, depressão). Atos extremos pressupõem condições extremas…
A mãe deste menino vai ser julgada e condenada exemplarmente por este ato hediondo. Exemplarmente, para dar o exemplo. Para que fique na memória das pessoas a consequência que ele teve. Na esperança que, em futuros casos desesperados, outros homens ou mulheres se lembrem e tenham medo do que possam fazer debaixo das condições extremas em que se encontram.

É assim que tudo isto funciona.

Os pormenores aqui.

 E 4 dias depois verifica-se que a prisão da rapariga foi ilegal e mais uma série de ilegalidades cometidas pelas autoridades.