Hijab no posto de trabalho

muçulmana Hijab

É a imagem de marca das empresas que está por detrás da decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) de autorizar o despedimento de pessoas que exigem usar fato religioso nos postos de trabalho, e não a imagem de “neutralidade religiosa”, como sugerem as notícias dos media…

A imagem das empresas face aos consumidores (os seus clientes) é o maior ativo das empresas. Por isso é importante que defendam com muito cuidado essa imagem (asseio, competência, inovação, etc.).

Por isso as empresas evitam ter nos postos de trabalho pessoas vestidas de Robin dos Bosques, ou de freiras, ou de Charlots com bengalas, ou de sikhs com turbantes, ou de muçulmanos com burkas.

As pessoas são livres de se vestirem como quiserem, em casa e nos lugares públicos, mas devem cumprir as regras que as empresas definem para o vestuário no posto de trabalho.

Até por questões de segurança (vai que a burka fica entalada na roda do empilhador ou na porta do elevador…).

Já chegou ao TJUE a vaga de populismo que está em voga no Mundo Ocidental.

OS JUROS DA DÍVIDA

dois-pescadores – dificuldades de financiamento
– insustentabilidade a longo prazo do “Estado Social”
– fragilidade do sistema bancário

são tudo narrativas manhosas que são apresentadas como ameaças ao zé povinho para que ele aceite pagar a fatura. 4 anos de austeridade provaram que quanto mais austeridade mais ameaças.

A verdade verdadinha é que os 8.000.000.000  de euros que os investidores chupam todos os anos na teta da República Portuguesa fazem-lhes muita falta. Eles investidores não vão deixar nunca que Portugal vá à falência. Mas também não vão permitir que parte deste “caroço” vá parar às mãos dos defensores de austeridade (os nacionais)… não vão deixar que esses estejam isentos da fatura…

O que Costa faz é dar umas migalhas deste banquete aos reformados, desempregados, etc. e com isso ganhará o céu, ups, as próximas legislativas. Eu voto nele. Não sou, filho, neto, primo de nenhum investidor. Não espero vir a beneficiar algo vindo dessa gente.

Jesus, a prostituta e o perdão da dívida…

livro-a-construcao-de-jesusQue atire a primeira pedra quem, lendo a Bíblia Sagrada, não ficou curioso sobre a verdadeira mensagem que poderá estar contida no texto Lucas 7,36-50. Essa curiosidade surgiu em mim desde o dia em que o li pela primeira vez.
O Padre Tolentino Mendonça não se conformou com o mistério e, investigando durante anos, propõe conclusões sob a forma livro.
5 minutos de leitura, em pé, na loja FNAC, foram suficiente para eu ficar “agarrado” e desembolsar 13€. Trouxe o “osso” para casa e vou roê-lo saboreando lentamente a excelente prosa que ele contém. Ao meu lado jaz a Bíblia Sagrada da edição aprovada em 1842 pela rainha D. Maria II. Lembrem-se que este livro só foi traduzido para português há 200 anos e essa tradução permaneceu proibida quase até ao século XX.

Este podem comprar

italo-calvino-um-otimista-na-america

Um europeu intelectual de esquerda (militou no Partido Comunista Italiano) vai aos EUA numa missão de intercâmbio cultural, nos anos 50.

As notas que tomou durante os muitos estados que visitou (aonde contactou com as autoridades locais) foram reunidas neste livro. Do texto transparece a impressionante receptividade que o autor sentiu pelo “American way of living” ! É uma forma interessante de olhar a sociedade norte americana.

Também ficamos a sentir que a evolução do modo de viver português nos últimos 40 anos foi todo no sentido de copiarmos a cultura norte-americana.

 

O melhor comentário para quem defende que Fidel foi um ditador.

fidel

Em 57 anos 1.000.000 fugiu (em barcaças….) por não aceitarem viver em comum, preferiam o bondoso capitalismo.
Em 3 anos de governança pafista e pafiosa cerca de 500.000 jovens portugueses fugiram (como os pais ajudaram nas passagens, não foram de barcaças).
Entretanto, dos muitos milhões que não fugiram do Fidel viram os filhos nascer, não morrer à nascença nem nos primeiros anos de vida, viver, crescer, irem à escola, formarem-se, trabalhar, praticar desporto (quantas medalhas nos olímpicos os portugueses conquistam?!?!), e, não obstante o criminoso bloqueio dos yankees, se no planeta:
– milhões de niños morrem de fome (17 em cada minuto), nenhum é cubano;
– milhões de niños não sabem ler nem escrever, nenhum é cubano;
– milhões de seres humanos morrem por falta de assistência médica, nenhum é cubano;
– milhões de seres humanos são analfabetos, nenhum é cubano;
……
Ó AAA, vai-te catar, porque também queres ver se passas para o lado dos 1%!!…..são opções, eu entendo, mas olha que vocês, os pafistas pafiosos, parece estarem a definhar e, sem timoneiro capaz, sem videntes de Massamá, sem diabos que vos valham, possivelmente é melhor, os tais também provavelmente 1.000.000, a quem a geringonça não serve, começarem a preparar as “barcaças”!…
Mas o capitalismo não é eterno, e se há mais de 400 anos invadiu, subjugou, explorou, roubou, escravizou, matou, deportou, tudo isto aos milhões, dividiu países contra a vontade dos Povos, fez duas guerras mundiais e muitas outras locais, mais recentemente idolatrou o deus dinheiro e permitiu que os outros 99% da população tenha tanta riqueza quanta tem o grupo a que este (porque há por aí disto a dar com um pau) AAA julga que pode vir a pertencer, e se há mais de 400 anos, escrevia eu, tudo isto aconteceu, desde 2007/2008 o capitalismo, entrou em agonia e fazendo lembrar o inafundável Titanic, navega por oceanos desconhecidos e, ao contrário do famoso paquete, parece que sem bóias de salvação! Há quem admita que o “ICEBERG” se começou a desprender com a recente eleição de Donald Trump! Veremos!…

Nota: Texto copiado em 3/12/2016 nos comentários do blog “o Insurgente”.